Eduarda Donis Hepper e Ana Luisa Cavassan, primeiras colocadas na categoria redação e desenho. Foto Ronaldo Teixeira/AGORA MT

As atividades do mês de trânsito encerraram nesta sexta-feira (28) com a entrega de prêmios aos estudantes que fizeram os melhores desenhos e redações, contudo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) continuará com o trabalho de conscientização nas escolas até o ano de 2020.

O gerente do Departamento de Educação no Trânsito do Detran, Noel Paulino, frisou que as campanhas apresentam resultados positivos, mas não é o alerta de um mês ao ano que irá mudar a triste realidade do trânsito e por essa razão os trabalho nas escolas continuarão pelos próximos ano, de modo que os novos motoristas sejam mais conscientes.

Paulino argumentou que o problema está na resistência dos motoristas em obedecer e respeitar as leis de trânsito, pois todos os envolvidos tem conhecimento sobre o que é certo e errado. “Não existe lei difícil o que existe é falta de prática”.

Leia também:  Cerca de 40 entidades participam do Projeto "O Rio é Nosso" neste sábado (10)

O diretor da 2ª Ciretran e coordenador da campanha, Carlos Nazário, destacou que está satisfeito com o resultado das atividades e atribui o existo na campanha à participação dos parceiros  e da população que tem comprado a proposta de um trânsito melhor. Na oportunidade Nazário relatou que a campanha “Faixa Legal” continuará até o final do ano.

As estudantes do colégio 13 de Junho, Eduarda Donis Hepper e Ana Luisa Cavassan, primeiras colocadas na categoria redação e desenho, relataram que buscaram inspiração no que têm vivenciado no trânsito de Rondonópolis, muitas mortes e acidentes por falta de respeito das pessoas. As alunas são unanimes em afirmar que têm esperança que no futuro a realidade seja outra.

Leia também:  Draft e Cerrado Fuzz apresentam Sr. Infame e Velhos Jovens no dia 22 no Draft American Pub
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.