Foto: assessoria

O Terminal Rodoferroviário do município de Alto Taquari (Sul de Mato Grosso) recebeu este mês obras de ampliação no Terminal de Combustíveis da Petrobras. O investimento, feito pelo cliente da América Latina Logística (ALL), duplicará a capacidade de recebimento de vagões na Base, garantindo o atendimento da demanda de combustíveis da região durante na safra de 2013 pelo modal ferroviário.

As obras incluem ampliação de 600 metros de linha, alteração da posição dos AMVs – aparelho de mudança de via -, aumento do número de pontos de descarga e instalação de um carpuller, equipamento para movimentação dos vagões. Com isso, será possível a redução de custos operacionais e melhorar o giro na descarga em 50%. A previsão de conclusão das obras é maio de 2013.

Leia também:  Exportação de carne bovina aumenta em MT

“As mudanças vão agilizar o giro dos vagões em Alto Taquari, garantindo um melhor nível de serviço e uma menor alocação de frota, que será utilizada para atender as bases de Bauru (SP) e Rio Preto (SP) das Distribuidoras. E o mais importante, estaremos prontos para atender 100% da demanda em Alto Taquari na próxima safra”, disse o especialista de Pátios da ALL, Gesner Camargo.

Desde 2006, a ALL é responsável pela operação ferroviária do complexo multimodal de Alto Taquari, onde, além dos terminais de combustíveis, conta com um terminal de granéis e fertilizantes, e outro de containers.

Operações de Combustíveis

Desde 2001, Alto Taquari recebe gasolina e óleo diesel com origem na Refinaria de Paulínia, atualmente maior em operação no Brasil, localizada no interior de São Paulo. De Alto Taquari, parte o álcool produzido no Mato Grosso e Goiás rumo ao estado de São Paulo. Anualmente, são transportados aproximadamente 2 bilhões de litros de combustível nas bases de Alto Taquari.

Leia também:  Fórum critica projeto de lei nocivo à população e ao meio ambiente

“Para o mercado de combustível temos vários projetos que incluem a criação de terminais em Rondonópolis, início do transporte do biodiesel de Mato Grosso para o mercado de São Paulo e ampliações de bases no interior paulista. Também estamos nos detalhes finais de projetos envolvendo importação e exportação de combustíveis via Porto de Paranaguá, no Paraná”, concluiu o gerente de Líquidos da ALL, Luís Gustavo Vitti.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.