O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, encerrou o mês de fevereiro com leve alta de 0,22%, ante um aumento de 1,15%, em janeiro. No acumulado dos últimos 12 meses, a taxa ficou em 5,84%.

Dos sete grupos pesquisados, dois apresentaram variações negativas: habitação, com recuo de 0,21% ante uma alta de 0,35% em janeiro, e despesas pessoais, com -0,1% ante 2,42%. Entre os motivos para a queda inflacionária estão o barateamento da conta de luz (-5,44%) e das carnes bovinas (- 1,91%).

Na comparação com janeiro, houve aumento no ritmo de alta em três grupos: transporte (de 0,23% para 0,84%); saúde (de 0,41% para 0,58%) e vestuário (de -0,33% para 0,36%). Nos demais grupos, diminuiu a intensidade das elevações: alimentação (de 2,11% para 0,34%) e educação (de 6,08% para 0,27%)

Leia também:  Rondonopolitanos devem pagar até R$ 100 no gás de cozinha
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.