Dois homens em uma moto chegaram à residência da Juíza de Rondonópolis, enquanto ela e o marido A.M.S., estavam entrando na garagem, os suspeitos dispararam contra a Juíza que revidou e baleou um dos suspeitos. A tentativa de homicídio aconteceu ontem (1), por volta das 21h.

Após o ocorrido a Polícia Militar (PM) de Rondonópolis ficou de prontidão esperando a entrada de alguém ferido no Pronto Socorro (PA), mas Rogério Castro de Moraes, um dos suspeitos do ataque, deu entrada no Pronto Socorro de Guiratinga ferido a bala, ele estava acompanhado do ex-PM Leandro Pereira. Devido a gravidade dos ferimentos Rogério foi encaminhado ao PA de Rondonópolis.

Os policiais checaram a casa de Rogério que fica no bairro Dom Osório e encontraram uma revólver no quintal da casa, arma que possivelmente teria sido usada no atentado contra a Juíza. Rogério e o ex-policial Leandro receberam voz de prisão.

Leia também:  Operação em MT prende 14 pessoas integrantes de 'família' de traficantes

Há quatro meses o marido da juíza já havia sofrido uma tentativa de homicídio, na avenida Paulista, próximo ao shopping, quando A.M.S. conduzia uma caminhonete S10 de cor prata e foi surpreendido por homens que estavam em um gol preto que efetuaram diversos disparos (leia aqui).

ANTECEDENTES

.M.S. cumpre pena em regime aberto devido uma condenação por crime de estupro ocorrido em São Paulo-SP no ano de 2002.

Em 2009, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Mato Grosso, Francisco Faiad, pediu o afastamento urgente da juíza, que trabalhava em Sinop, por conta da conduta do companheiro.

 

Arma encontrada no quintal da casa de Rogério - Foto: Ronaldo Teixeira/AGORA MT
Arma encontrada no quintal da casa de Rogério – Foto: Ronaldo Teixeira/AGORA MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.