O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que o consumo de energia no sistema nacional alcance 63.357 megawatts (MW) médios em setembro. O volume representa um aumento de 5% em relação a igual período do ano passado.

De acordo com relatório semanal do operador, o destaque é a região Norte, com previsão de aumento de 25,2% do consumo, totalizando 5.235 MW médios. A alta, porém, deve-se principalmente à inserção de Manaus no Sistema Interligado Nacional (SIN) neste ano, que afeta a comparação.

Para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o principal do país, a expectativa é de um aumento de consumo de 2,5%, para 38.208 MW médios. O baixo crescimento, segundo o operador, reflete “o comportamento observado nos últimos meses, impactado pelo desempenho da indústria, que continua não apresentando uma dinâmica de recuperação bem definida”.

Leia também:  Exportação de soja registra queda, mas volume se mantém estável

No Sul, a previsão de consumo para setembro é de 10.319 MW médios, com alta de 5,5% frente igual período do ano passado. A expectativa de crescimento, de acordo com o ONS, deve-se à continuidade do desempenho positivo do setor agropecuário.

Já o Nordeste apresenta expectativa de crescimento do consumo de energia de 5,7%, psra 9.595 MW médios, devido principalmente à melhoria da renda da população da região.

O operador também prevê que os reservatórios das hidrelétricas cheguem ao fim de setembro com nível de armazenamento de 48,5%, contra o patamar atual de 55%.

Na região Nordeste, onde o quadro é crítico, o ONS prevê que o nível de acumulação dos lagos das hidrelétricas diminua do patamar atual, de 36,3%, para 30,8% no fim do mês.

Leia também:  Conta de luz deve ficar mais cara em agosto pelo aumento de tributos sobre diesel

Na mesma comparação, o ONS estima que o nível dos reservatórios do Sul recue de 91,6% para 85,8% e o patamar de estoque dos lagos das usinas do Norte caia de 70,9% para 56,8%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.