Campeão dos pesos-médio, Chris Weidman vem demonstrando uma grande preocupação com a luta diante de Vitor Belfort. Mas se engana quem pensa que as habilidades do brasileiro vêm sendo o seu principal assunto. A preocupação do lutador recai sobre a possibilidade de a Comissão Atlética de Nevada (NSAC) conceder a permissão para Belfort poder fazer a TRT (Terapia de Reposição de Testosterona), que vem sendo criticada e posta sob suspeita por muitos veículos de comunicação e lutadores do UFC. Em entrevista ao programa de rádio “SiriusXM Fight Club”, o americano se disse preocupado também com a possibilidade da NSAC não conceder a permissão.

– Não sei como essas coisas funcionam. Perguntei a Lorenzo Fertitta e ele me disse que Belfort vai pedir permissão para realizar a TRT. Ele recebendo a permissão ou não, fiquei feliz em saber que ele será testado. Lorenzo me disse que ficaria surpreso se nós dois não fôssemos testados durante a nossa preparação. O que eu ouvi foi que, se Vitor não pedisse a permissão, ele não seria testado durante os treinos, e teria a chance de usar o que quisesse, bastando parar no tempo certo para não ser flagrado nos exames pré-luta. Se ele receber a permissão para fazer a terapia, então será testado com frequência. Fiquei pensando no que ele faria, mas fiquei feliz em saber que ele será testado recebendo ou não a permissão para fazer TRT, já que foi flagrado anteriormente em outro exame antidoping – disse o campeão.

Leia também:  Copa de 94 volta à tona com histórias de Romário e loira de Rondonópolis

Perguntado se havia exigido lutar nos EUA, para evitar ter de viajar ao Brasil, onde Vitor Belfort venceu suas três últimas lutas com nocautes fulminantes contra Michael Bisping, Luke Rockhold e Dan Henderson, Weidman disse que jamais fez qualquer pedido ao UFC para lutar onde quer que fosse.

– Não tive nada a ver com a decisão de levar a luta para Las Vegas. Zero. Estava esperando para conversar após a luta contra Anderson Silva, querendo saber onde iríamos lutar, e de repente foi noticiado que a luta aconteceria em maio ou julho, e que seria em Las Vegas. Achei ótimo – finalizou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.