A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) colocou em funcionamento nesta sexta-feira (28.02), na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, o aparelho de Raio X e o detector de metal para auxiliar na fiscalização dos visitantes, advogados e servidores da Unidade. Os equipamentos foram doados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e são do mesmo modelo usados nos aeroportos brasileiros para evitar a entrada de material ilícito na unidade penitenciária. O governo vai arcar com os custos de manutenção e de técnicos especializados.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho, destacou que a implantação dos equipamentos irá auxiliar o ingresso de todos que quiserem entrar na unidade com segurança. “O investimento em capacitação, treinamento e tecnologia faz parte do nosso plano de ação. É a mudança de conceito de como se trata o reeducando e os servidores com investimentos na modernização, educação e humanização do Sistema Penitenciário. Em breve vamos receber as cinco mil tornozeleiras para o monitoramento eletrônico. Além disso, em processo de licitação, as 66 unidades prisionais do estado serão monitoradas por circuito interno de televisão com vigilância de 24 horas ininterruptas”, disse Pôssas.

Leia também:  Prefeitura de Nova Bandeirantes é alvo de operação da PC contra desvio de dinheiro público

Para o presidente da Comissão de Direito Penal e Processo Penal (CDPPP) da OAB/MT, Waldir Caldas Rodrigues, o acesso dos advogados na PCE com os novos equipamentos vão aprimorar a aproximação das prerrogativas da OAB para o ingresso no sistema. “A segurança das revistas será inquestionável e não haverá invasão, permitindo sem qualquer dúvida o trabalho dos agentes”.

Tecnologia – O aparelho de Raio X, vai mostrar os objetos em bolsas, sacolas e embalagens, além dos que estiverem dentro de recipientes com material orgânico, e um detector de metal portátil que será manuseado pelos agentes penitenciários.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.