Um fazendeiro, 48 anos, foi detido na manhã desta quinta-feira (19), após desmatar 5.1 hectares de uma área de preservação permanente sem autorização do órgão competente, na cabeceira do Café, km 42 da MT-130. O valor da infração não foi divulgado no Boletim de Ocorrência (BO).

Segundo informações da Polícia Ambiental, ao realizar rondas pela rodovia, a guarnição deparou com um desmatamento às margens da rodovia e ao verificar a área foi constatado que era um local com vegetação nativa com algumas nascentes do rio Arareau. A área desmatada já havia sido enleirada e semeada para a formação da pastagem. No local ainda foram encontradas máquinas agrícolas usadas no desmatamento.

Leia também:  Em abordagem, motorista fica nervoso e entrega 90kg de maconha aos Federais

Diante da situação, a guarnição solicitou o comparecimento do pecuarista na base da 2ª Cia Ambiental. Por volta das 15h, o proprietário da fazenda compareceu ao local, onde declarou que não possuía licença do órgão competente para desmatar a área.

Por cometer crime ambiental, o fazendeiro foi levado a 1ª Delegacia de Polícia para as devidas providências.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.