Três pessoas foram presas suspeitas de estelionato, por volta das 17h desta quinta-feira (23), em uma autoescola localizada na avenida Ponce de Arruda, região Central de Rondonópolis. Segundo investigações da Polícia Civil, a autoescola Berlim não estava credenciada ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) desde outubro de 2014, porém continuava funcionando normalmente.

Conforme consta no Boletim de Ocorrência (BO), um investigador da Polícia Civil, que atuava no setor de fiscalização de credenciados do Detran/MT, recebeu a informação que a autoescola estaria atuando de forma clandestina com a emissão de processos de novos alunos.

Diante da informação, foi feita abordagem de algumas pessoas que saiam da autoescola que informaram ao investigador que tinha acabado de efetuar o pagamento referentes a prestação de serviços da CFC Berlim.

Leia também:  Trio aterroriza hóspedes de hotel durante assalto na Cidade Salmen

Durante as investigações, ainda ficou constatado que o diretor de ensino desta autoescola, Leandro Souza Pinto, conhecido como Batata, estava envolvido em um inquérito policial em Rondonópolis por falsificação de Carteira Nacional de Habilitação (CHN).

Ao iniciar o processo de fiscalização na autoescola, a Polícia juntamente com um agente do Detran, constataram que haviam vários processos com nomes de outras autoescolas. Desta forma, por estar descredenciada, a CFC Berlim atuava em nome de outras CFCs.

Diante do flagrante, foram presos Leonice Dias de Souza, 56 anos, Leandro Souza Pinto, 32 anos e Vagner Miqueis Souza Pinto, 35 anos, e entregues a autoridade policial para as devidas providências.

Leia também:  Casa comercial no Centro de Rondonópolis é alvo de criminoso armado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.