Foto: Assessoria
Vice Governador se reúne com diretores de Ciretrans – Foto: Assessoria

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) vai capacitar aproximadamente 350 novos examinadores até agosto. O anúncio foi feito na tarde de quinta-feira (18.06) durante a reunião entre o vice-governador Carlos Fávaro, secretário da Casa Civil, Paulo Taques, diretor-presidente do Detran, Rogers Jarbas, deputado estadual Dilmar Dal’Bosco, secretário adjunto de Segurança Pública, Fábio Galindo, representantes do Centro de Formação de Condutores de Mato Grosso da região Norte (CFCS-MT) e empresas despachantes.

A reunião é a continuidade de uma pauta de dificuldades apresentadas pelos proprietários do CFCS e despachantes ao vice-governador na semana passada no município de Sinop, após a primeira audiência pública sobre a discussão de um novo fundo estadual de transporte. Na ocasião, Fávaro ouviu as demandas e se propôs a marcar uma agenda entre Detran e demais secretarias envolvidas para a melhorias dos processos no órgão.

De acordo com Fávaro, o objetivo do Governo do Estado é dialogar com as classes para assim construir um novo modelo de gestão. “Esse modelo de governar dialogando com a sociedade organizada é uma determinação do governador Pedro Taques, pois ninguém é dono da verdade. Sentimos que a cada dia a sociedade entende ainda mais o modelo e participa do processo”.

Leia também:  Pecuaristas iniciam setembro mais otimistas em MT

Atualmente o Detran conta apenas com 24 examinadores para atender todo o Estado. De acordo com Rogers, desde 2005 não formaram ou capacitaram novos examinadores. Estes profissionais só podem atuar na Banca Examinadora por um ano, podendo ser prorrogado por mais um.

Segundo ele, o Detran está desenvolvendo curso para habilitar 350 novos examinadores, cujo prazo para realização está previsto para agosto deste ano. A medida solucionará o déficit hoje existente.

Também durante a reunião, o secretário Paulo Taques anunciou que a Seplan vai liberar orçamento para diárias até a próxima semana. Assim os funcionários terão condições e voltar a fazer serviços no interior. Referente ao baixo número de pessoal para atendimento aos despachantes e CFCs e demais serviços do Detran, foi anunciado que o governo do Estado vai contratar de mais de 1000 estagiários para ajudar em atividade meio.

“O secretário Júlio Modesto nos informou que esse contrato terá um diferencial. O governo dobrou o salário dos estagiários, de R$ 350 para R$ 700. O governador assegurou que o Detran vai receber a quantidade necessária de estagiários para melhorar ainda mais o atendimento lá, que está precário, é uma realidade, e nós não temos dificuldade nenhuma de reconhecer e por isso estamos corrigindo”.

Leia também:  Prefeitura de Juscimeira decreta luto oficial de três dias pela morte do Dr. Esmeraldo

A avaliação da reunião foi positiva para os representantes de ambas as categorias. “A avaliação é a melhor possível, tivemos um debate de alto nível. O governo abriu as portas para esse debate que interessa a sociedade, que interessa aos usuários do Detran, tanto no seguimento de habilitação quanto na documentação de veículos. E nós avançamos em alguns pontos, criamos uma agenda positiva que é o que a gente buscava”, afirmou Valdemir Alcântara, representantes dos Despachantes.

Para a representante das CFCS, Edevane Dasia, a classe saiu da reunião satisfeita. “Nós nos colocamos como parceiros do Detran e do Estado e acredito que a partir de hoje temos um divisor de águas. Até então, as resoluções eram feitas e nos passadas e a gente era obrigada a seguir. A partir de hoje nós abrimos um canal de diálogo, de discussão e troca de informação entre a classe e o Detran”.

Leia também:  Primeiro mês registra queda de 43% no número de focos de calor

O deputado estadual Dilmar Dal’Bosco, responsável por intermediar a reunião, disse que esse é um governo diferente, transparente que vai para uma audiência e debate vários assuntos, se referindo a audiência pública da semana passada em Sinop, onde iniciou essa pauta. “É a primeira reunião que produzimos e daqui saem sugestões de parcerias e de confiabilidade entre ambas as partes”.

Dal’Bosco sugeriu que os profissionais do Detran, responsáveis pela aplicação das provas no interior, possam estar munidos de tablet para in loco lançar no sistema o resultado, aumentando a prestação de serviço e principalmente a qualidade do atendimento.

Fávaro também pontuou que reuniões como essas deveriam ocorrer mais vezes, pois o governo está aberto ao diálogo. “Nosso governo não é avesso a críticas, e sim a inverdades. As críticas são bem vindas no sentido de construirmos um Mato Grosso melhor para todos nós. Dialogar é construir junto”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.