Foto: assessoria
Foto: assessoria

O secretário de Transporte e Trânsito do município (Setrat), Argemiro Ferreira, apresentou na manhã desta quinta-feira ao presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Rondonópolis, Neles Walter Ferreira de Farias, ao diretor Roberto Shimada e ao diretor do Sindicato do Comércio Varejista Sebastião Buquigaré as novas vagas de carga e descarga da região Central da cidade. A solicitação havia sido feita pela CDL no mês passado durante uma reunião entre a entidade, a Setrat e Rotativo Rondon devido a dificuldade dos comerciantes de descerem as mercadorias.

Ao todo são 17 vagas de carga e descarga no quadrilátero que compreende a rua Dom Pedro II a rua Fernando Corrêa e avenidas Marechal Rondon e Amazonas. As vagas estão dispostas de um lado da quadra numa e na outra quadra do outro lado, de forma que os caminhões possam descarregar as mercadorias para as lojas. Também foram demarcadas mais vagas para idosos e portadores de necessidades especiais (PNE) totalizando 2% das vagas destinadas para PNEs e 5% para idosos.

Leia também:  Inscrições para desfile cívico de 7 de Setembro estão abertas
Foto: assessoria
Foto: assessoria

Outra solicitação da categoria lojista, foi o preço para as caçambas acordado entre as partes em R$ 12,00 que passa a ser praticado a partir de agora. Em cada vaga cabem duas caçambas, o que resulta em R$ 6,00 por caçamba por dia para o lojista que estiver fazendo reforma na loja. Para usar a vaga de caçamba, a pessoa deve preencher um requerimento na Setrat com datas para colocação e retirada das caçambas, dar entrada no órgão que liberará uma autorização para o pagamento no Rotativo Rondon.

Neles destacou que os comerciantes que reformam, procuram fazer o serviço no menor tempo possível porque loja fechada e em obras causa transtornos aos clientes. “Estamos contentes com a receptividade do prefeito Percival e do secretário em nos ouvir e entender o lado do comerciante que é extremamente importante para a economia da cidade”.

Leia também:  Rondonópolis se destaca em Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu e ganha 25 das 40 medalhas

Argemiro lembrou que o estacionamento foi pensado como um todo, mas destacou que sempre há adequações e é necessário ouvir os usuários. “Estamos abertos a ouvir e entendemos que realmente havia esta necessidade”. Os espaços foram demarcados nesta noite e pela manhã alguns caminhões de transportados já trabalhavam com carga e descarga no local correto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.