Foto: Julio Fontes/ Poconet Notícias
Foto: Julio Fontes/ Poconet Notícias

Um homem de 23 anos passou duas horas escondido em um bueiro após entrar em confronto com a polícia nesta terça-feira (18), em Poconé, a 104 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, ao ver um policial civil na loja de móveis que supostamente assaltaria, o suspeito iniciou um tiroteio, mas foi atingido no tórax. Para fugir, ele se escondeu em um bueiro e só saiu após perceber que a família dele estava no local.

Segundo a PM, o homem não chegou a anunciar o assalto na loja de móveis, mas um funcionário do local desconfiou do comportamento suspeito. O G1 procurou a loja de móveis, que informou que só deve se pronunciar após informar e se reunir com a franquia nacional.

Leia também:  Exportação cai 65% em julho em Rondonópolis
Novas viaturas - Foto: PJC
Novas viaturas – Foto: PJC

De acordo com a polícia, no momento em que o suspeito entrou na loja, um policial civil conhecido na cidade estava comprando no estabelecimento e o funcionário pediu a ele que conversasse com o homem.

Com a aproximação do policial, o suspeito sacou uma arma de fogo e começou a atirar. O policial civil revidou os disparos e atingiu o homem superficialmente no tórax. Ao ser ferido, o suspeito saiu da loja e tentou roubar um carro na rua para fugir, mas não conseguiu. Ele, então, roubou uma bicicleta para fugir.
Conforme a PM, o policial civil perseguiu o suspeito por cerca de quatro quarteirões. O policial teria conseguido alcançar e prender o homem, mas como estava sem algemas, o deixou escapar.

Leia também:  Idosa é atropelada por motoqueiro na avenida Brasil

“Nesse momento, um cerco policial já tinha sido feito e o suspeito não tinha para onde correr. Ele, então, entrou em um bueiro, achando que teria para onde escapar, mas acabou cercado”, relatou o sargento Márcio França, da PM.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.