Imagem: a70328e4 9601 4e43 b3ca bc3831ce149a
Foto: Divulgação

A Polícia Civil foi acionada por motoristas que seguiam na MT-270 próximo a Guiratinga, informando que uma carreta carregada de milho, em ação suspeita começou a fazer zigue zague no meio da pista e junto com ela, três veículos sendo um Voyage, um Golf e um Frontier, entraram em alta velocidade e seguiram caminho indeterminado.

A caminho do local a Polícia Civil recebeu outra denúncia informando que a carreta havia atolado, mas ao chegar no local os veículos que supostamente estavam de apoio, fizeram a retirada do atoleiro.

Imagem: De acordo com a Polícia Militar todo o material foi encontrado na fazenda
De acordo com a Polícia Militar todo o material foi encontrado na fazenda – Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

Segundo as informações do investigador da Polícia Civil, eles começaram a vistoria próximo do local, pois seguiram as marcas de pneu que os levaram a uma fazenda onde estava apenas a carreta (sem o cavalo), um chassi, uma cabine de carreta, outra carreta sem as rodas e também estava o Voyage e o Frontier.

Leia também:  Mulher esfaqueia homem após o acusar de estupro
Imagem: Suspeitos que estavam na fazenda no momento da prisão
Suspeitos que estavam na fazenda no momento da prisão – Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

Ao interrogar o gerente da fazenda, sobre onde estava o condutor do veículo Voyage, o mesmo apresentou nervosismo e sua esposa respondeu dizendo que pertencia ao seu filho e que havia chegado no dia anterior, na mesma data da carreta e sua filha menor, confirmou. Ao ser questionada onde estava a chave do veículo para vistoria, a mesma disse que seu filho havia esquecido de deixar a chave e voltado com ela para Rondonópolis.

Então os policiais perguntaram ao filho do vaqueiro o horário que os veículos haviam chegado e a criança respondeu que na verdade havia chegado nesta manhã (15), onde a desconfiança dos policiais aumentaram, motivo pelo qual decidiram fazer a varredura pela fazenda.

Leia também:  Presos por espionagem na PM, coronéis e cabo são exonerados da Casa Militar de MT

Foi onde localizaram escondido no meio do pasto, o cavalo do Bi trem e ao chegarem em outro casa conhecida como o retiro da fazenda, os policiais avistaram quatro indivíduos armados que ao notarem a presença dos policiais, entraram no mato.

Imagem: b21b6277 f5c7 4f41 9fce 26367849a562
Foto: Divulgação

As equipes de policias voltaram para a fazenda e fizeram vistoria dentro da residência onde foram encontrados dentro do quarto do casal, um saco com 98 tabletes de pasta base de cocaína e embaixo da escada que dava acesso aos quartos, estavam 3 armas longas, sendo 1 gauge 12 semiautomática de origem turca, uma espingarda calibre 22 e uma calibre 36, além de vários apetrechos para recarregar cartuchos e outras munições.

Leia também:  Preso é estrangulado e morto por colegas de cela em penitenciária de Mato Grosso

Nesta ação quatro pessoas foram detidas Luis Osvaldo da Rocha, 47 anos, Devonilce Rodrigues de Oliveira, 42 anos, Rodrigo Serra Eraldi, 27 anos e uma menor. Os suspeitos Renato Cesar da Rocha, 26 anos, Paulo Cesar da Rocha, 22 anos e mais dois suspeitos, que não foram identificados, estão foragidos.

A ação conjunta contou com o apoio do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (GARRA), Força Tática, Polícia Militar e Civil de Guiratinga, de São José do Povo e Tesouro.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.