Pronto atendimento infantil de Rondonópolis - Foto : Messias Filho / AGORA MATO GROSSO
Pronto atendimento infantil de Rondonópolis – Foto : Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

Uma menina de 2 meses morreu após ser supostamente agredida na madrugada desta sexta-feira (29), em Rondonópolis (MT). Os pais da criança que moram no Jardim Vila Rica foram detidos pela Polícia Militar (PM) e devem responder por lesão corporal seguida de morte. O principal suspeito da agressão é o pai da menina.

A PM foi acionada para atender uma comunicação informando de que uma criança havia dado entrada no Pronto Atendimento Infantil (PAzinho) com a suspeita de maus tratos, onde havia morrido em seguida.

A médica plantonista confirmou que a criança havia dado entrada na unidade hospitalar já com sinais vitais fracos e com um hematoma na cabeça.

Durante depoimento para a PM, os pais da criança relataram que a mãe da menina havia saído durante a noite para comprar bebida e deixado o bebê sob os cuidados do pai. Ainda conforme informações, durante a madrugada, o pai da menina deu algumas doses de dipirona (medicamento utilizado principalmente como analgésico) para a criança que começou a passar mal.

Diante da situação, o pai disse que começou a balançar a filha e a desferir alguns tapas no rosto da criança com o intuito de acordá-la, mas ao perceber a gravidade da situação encaminhou a filha até o Hospital. A menina recebeu atendimentos médicos, mas não resistiu e morreu.

Diante dos fatos, os pais da criança foram detidos e encaminhados até a 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) para providências cabíveis.

Todas as informações constam no Boletim de Ocorrência (BO) n° 2019.95828.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.