06 de fevereiro de 2021
Mais
    Capa Destaques "É um monstro esse cara" diz delegado sobre rapaz que matou e...
    CRIME BÁRBARO

    “É um monstro esse cara” diz delegado sobre rapaz que matou e arrancou o coração da tia

    “Não pode nem dizer que é um animal, porque um animal não faz isso com outro animal, ”

     

    Imagem: 5febb8166e592d0febc9d63bacee8750
    Lumar Lopes – Foto: reprodução

    Lumar Lopes, 28 anos, acusado de matar e arrancar o coração da própria tia identificada como Maria Zélia da Silva Cosmos, 55 anos, na noite de terça-feira (2), no bairro Vila Bela, na cidade de Sorriso (MT) já tentou tirar a vida da própria mãe no estado de São Paulo, onde morava, conforme informações da Polícia Civil (PC). O crime bárbaro e com requintes de crueldade chocou toda a população.

    O delegado André Eduardo Ribeiro, responsável pelo caso disse em depoimento que Lumar não pode nem ser comparado a um animal. “Não pode nem dizer que é um animal, porque um animal não faz isso com outro animal, ” disse André.

    A autoridade policial diz que nunca viu um caso semelhante e que considera o suspeito um “monstro”.

    Imagem: whatsapp image 2019 07 03 at 04
    Mulher assassinada pelo sobrinho em Mato Grosso – Foto – Arquivo pessoal

    “É realmente de fato repugnante. É um monstro esse cara. Ele fala nada com nada. Ele é perturbado, é um monstro. A gente percebe que ele é meio variado”, disse o delegado durante uma coletiva com a imprensa nesta quarta-feira (3).

    Ainda conforme o Delegado, Lumar demonstra ser muito frio, como se nada tivesse acontecido. “Sorri, conversa com as pessoas, até gravou com alguns meios de comunicação. É muito frio e não demonstra nenhum arrependimento”, relatou o Delegado.

    A Polícia disse que o suspeito veio para Mato Grosso após ameaçar a mãe e outros familiares com um facão, no estado de São Paulo.

    Ainda conforme a Polícia, o indivíduo chegou a distribuiu curriculum na cidade. “As testemunhas disseram também que ele é uma pessoa muito inteligente, fala duas línguas, já trabalhou em multinacional no Sudoeste do Brasil. Ele é uma pessoa que está há poucos dias na cidade, mas já gravou toda a cidade, já sabe os endereços, ” disse o Delegado.

    As informações ainda apontam que Lumar não tem passagens criminais.

    O delegado explicou ainda que Lumar é usuário de drogas e que o vício do suspeito foi um dos motivos que gerou o desentendimento com a vítima, que é evangélica.

    “Ele é usuário de drogas. Esse foi um dos motivos das desavenças que ele teve com a vítima. A mulher não queria ele na casa dela porque ele era usuário de drogas. Ela era uma pessoa muito religiosa, frequentava a igreja. Ele usava drogas na casa da vítima e ouvia música de funk e por isso, ela pediu para que ele saísse de casa, ” explica a autoridade policial.

    O rapaz foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, motivo fútil, de 12 a 30 anos de reclusão.

    SOBRE O CRIME 

    Segundo as primeiras informações da Polícia, o suspeito teria utilizado ao menos duas facas para abrir o tórax da mulher.

    Após o crime, o suspeito foi até a casa de Patrícia Cosmos, filha de Maria, e disse que  havia matado a mãe dela e arrancado o coração, que estava dentro de uma sacola plástica.

    Depois, disse que era apaixonado pela filha de Patrícia de apenas sete anos, e que iria levá-la com ele. Um vizinho interviu e Lumar acabou fugindo com o carro de Patrícia.

    A Polícia Militar de Sorriso agiu rapidamente e conseguiu prender o homem que foi conduzido até a delegacia da cidade.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS