Agora MT Brasil Mais de 70 mil vacinados da Paraíba não retornaram para segunda dose
SAÚDE

Mais de 70 mil vacinados da Paraíba não retornaram para segunda dose

Quem perde a data, ainda pode tomar o reforço da vacina

Da redação com Agência Brasil

Mais de 70 mil paraibanos que tomaram a primeira dose da vacina CoronaVac ainda não apareceram para tomar a segunda dose.

A aplicação da segunda dose deve acontecer com um intervalo de 28 dias após a primeira. O governador da Paraíba, João Azevêdo, usou as redes sociais para alertar sobre o quadro e fazer um apelo à população.

“Mais de 70 mil pessoas em toda a Paraíba, que receberam a primeira dose da Coronavac, ainda não procuraram os postos de vacinação para tomar a segunda dose. Essa dose é fundamental para garantir a imunização”, disse Azevêdo em sua conta no Twitter. A vacina produzida no Instituto Butantan é a mais usada para vacinação no estado.

Mais de 70 mil pessoas em toda a Paraíba, que receberam a primeira dose da Coronavac, ainda não procuraram os postos de vacinação para tomar a segunda dose. Essa dose é fundamental para garantir a imunização e deve acontecer com um intervalo de 28 dias após a primeira.

“Renovamos o apelo para todos que foram vacinados até 5 de março, retornem aos postos para receber a segunda dose e garantir que estarão livres do risco de ser mais uma vida que perdemos para essa doença terrível”, acrescentou. O governador também pediu aos municípios que façam uma busca ativa para garantir a cobertura vacinal da sua população.

Quem perde a data, ainda pode tomar o reforço da vacina. Dúvidas podem ser esclarecidas com as secretarias estaduais de Saúde.

Intervalo entre as doses
Quando autorizou o uso das vacinas, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) analisou as pesquisas disponíveis para indicar o intervalo entre as duas doses. A agência reguladora autorizou que a vacina de Oxford/AstraZeneca tenha intervalo de até 12 semanas (84 dias) entre a primeira e a segunda dose. Já a CoronaVac deve manter o intervalo de 4 semanas.

“A importância de você tomar a vacina é para que você pegue uma imunidade contra essa doença que temos aí. Agora, se você tomou a primeira dose, não deixe de tomar a segunda, porque é um reforço da primeira dose. Você não pode ficar com uma dose só. Se a vacina é do tipo que deve ser tomada duas vezes, por que não tomar?”, recomendou o diretor Associação Médica Brasileira (AMB), José Fernando Macedo.

Mais vacinas
O governador também anunciou a chegada de 180 mil novas doses da vacina. Dessas, 167 mil são CoronaVac, do Butantan, e 13,7 mil vindas da Fiocruz.

Relacionadas

Sem valor definido, Lula sanciona com vetos lei que autoriza volta da cobrança do seguro DPVAT

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou com vetos a lei complementar que autoriza a volta da cobrança do DPVAT (Danos Pessoais...

Escolas são importantes no combate à LGBTfobia, defendem especialistas

“Seu viado”, “Fulano é mão quebrada”. Essas são algumas expressões que o professor de artes e teatro Ronei Vieira conta que já ouviu entre...

Leilão da Receita terá de iPhone por R$ 1,2 mil a esmeralda por R$ 115 milhões

A Receita Federal vai fazer no dia 28 de maio mais um leilão com produtos e mercadorias apreendidos ou abandonados nos aeroportos. São 245...

Avião da FAB leva 20 toneladas de ração para animais do Rio Grande do Sul

Um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) decolou na manhã deste sábado (18) de Brasília com 20 toneladas de rações doadas para animais afetados...

Senado adia votação de projeto que prevê adaptação do país às mudanças climáticas

O plenário do Senado adiou a votação do projeto de lei que determina regras para a formulação de planos de adaptação às mudanças climáticas,...

Prazo para negociações do Desenrola Brasil termina na próxima segunda-feira (20)

O prazo para renegociar dívidas sob condições do Programa Desenrola Brasil vence na próxima segunda-feira (20) para devedores que se encaixam na Faixa 1....

Pacheco e Padilha anunciam que governo vai manter desoneração de municípios em 2024

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta quinta-feira (16) que o governo, o Congresso e os municípios entraram em acordo para que...

SP permitirá entrada e venda de produtos de origem animal do RS

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo autorizou a entrada e a comercialização, no estado, de produtos de origem animal provenientes do...

Prazo para convocação da lista de espera do Fies termina nesta sexta (17)

Termina nesta sexta-feira (17) o prazo para as convocações da lista de espera da seleção do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas