Agora MT Brasil STF derruba carência para autônoma receber salário-maternidade do INSS
DIREITO DAS TRABALHADORAS

STF derruba carência para autônoma receber salário-maternidade do INSS

Agora, vale regra aplicada a trabalhadoras formais, cobertas pela CLT

Imagem: STF STF derruba carência para autônoma receber salário-maternidade do INSS
Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília – Foto: Fabio Rodrigues/Agência Brasil

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) ampliou – por 6 votos a 5 – o direito de trabalhadoras autônomas, sem carteira assinada, de receber o salário-maternidade do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), caso tenham contribuído ao menos uma vez para a Previdência Social.

Por maioria, os ministros julgaram inconstitucional a exigência de 10 meses de contribuição para que as trabalhadoras que contribuem voluntariamente ao INSS – as chamadas contribuintes individuais – tenham direito a receber o salário-maternidade.

A carência de 10 meses era questionada no Supremo há 25 anos. A regra foi criada junto com a inclusão das trabalhadoras autônomas entre as beneficiárias do salário-maternidade, na reforma da Previdência de 1999. O tema foi julgado na mesma sessão que derrubou a chamada revisão da vida toda.

Com a derrubada da carência, basta uma contribuição ao INSS para que a profissional autônoma tenha direito a receber o salário-maternidade em caso de parto ou adoção. Ou seja, passa a valer a mesma regra que é aplicada para as trabalhadoras formais, cobertas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Seguradas especiais

A decisão do Supremo abrange também as seguradas especiais, como as trabalhadoras rurais, e as contribuintes facultativas, que não exercem atividade remunerada, mas contribuem ao INSS para ter acesso aos benefícios do Regime Geral da Previdência Social (RGPS).

Prevaleceu, ao final, o entendimento do ministro Edson Fachin, do STF, para quem a exigência de cumprimento de carência apenas para algumas categorias de trabalhadoras violava o princípio constitucional da isonomia. Ele foi acompanhado pelos ministros Luiz Fux, Cármen Lúcia, Flávio Dino, Dias Toffoli e Luís Roberto Barroso.

Ficaram vencidos os ministros Nunes Marques, Alexandre de Moraes, André Mendonça, Cristiano Zanin e Gilmar Mendes, que votaram pela validade da norma anterior.

Relacionadas

Idosa de 78 anos que estava em garupa de moto durante acidente morre após 33 dias no hospital

Uma idosa de 78 anos, identificada como Azoraide Silva, morreu na noite da última terça-feira (14), no Hospital Regional. Ela foi vítima de um...

Segundo suspeito de morte de usuário de droga é preso pela Polícia Civil

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia de Nova Xavantina e com o apoio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de...

Principais vítimas de violações de direitos humanos são crianças e adolescentes, com 36% dos casos

As crianças e os adolescentes são as principais vítimas de violações de direitos humanos no Brasil, de acordo com dados da Ouvidoria Nacional de...

Três pessoas morrem após carro bater em trator e veículos pegarem fogo na MT-246

Três pessoas morreram na manhã desta quinta-feira (16) após um grave acidente envolvendo um carro e um trator na MT-246, entre os municípios de...

Adolescente de 16 anos que estava foragida por homicídio brutal é apreendida pela Polícia Civil

Nesta quarta-feira (15), a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão e ordem de internação provisória de uma adolescente de 16 anos...

Programa da Sedec monitora 1,5 mil locais turísticos de MT

O Programa de Evolução Digital (PED) no Turismo, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec), monitorou a reputação online de...

Mulher fica pendurada seminua em portão em tentativa de furto

Uma mulher que tentava furtar uma casa em Maipú, no Chile, acabou ficando seminua após sua calça ficar presa na grade do portão do...

Sine-MT disponibiliza mais de 2,7 mil vagas de emprego nesta semana

O Sistema Nacional de Emprego de Mato Grosso (Sine-MT), vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), disponibiliza nesta semana 2.722...

Carne de frango ganha competitividade frente a outras proteínas animais

Enquanto a carne de frango registra pequena desvalorização em maio, em relação ao mês anterior, as carnes concorrentes apresentam altas nos preços – todas...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas