Bruno Felipe suspeito de porte ilegal de arma de fogo - Foto : Reprodução PM
Bruno Felipe suspeito de porte ilegal de arma de fogo – Foto : Reprodução PM

Bruno Felipe da Silva Santos de Melo, 20 anos, foi detido pela Polícia Militar (PM) acusado pelo crime de porte ilegal de arma de fogo no Centro da cidade de Poxoréo nesta segunda-feira (18). Ele confessou para PM que tentou roubar uma residência. O parceiro do suspeito, vulgo ‘Mangabeira’, que também estava em posse de arma de fogo conseguiu fugir.

Em rondas pelo Centro da cidade a PM avistou os dois suspeitos em uma motocicleta Titan, cor vermelha, placa JZU-3149, de Poxoréo. A Polícia deu ordem de parada, porém a dupla empreendeu fuga em alta velocidade. Já na rua Bahia, os suspeitos caíram após perderem o controle da moto e adentraram no mato.

Leia também:  Homem é encontrado caído no meio da rua com ferimentos na cabeça

A PM conseguiu localizar Bruno que estava com um revólver calibre 38 com quatro munições intactas. Já o suspeito ‘Mangabeira’ que também estava armado conseguiu fugir no matagal.

Após o fato, a Polícia foi abordada por uma vítima que relatou que sofreu uma tentativa de assalto por dois suspeitos e que no momento da ação, os indivíduos atiraram e fugiram em seguida.

Arma apreendida pela polícia - Foto : Reprodução PM
Arma apreendida pela Polícia – Foto : Reprodução PM

Bruno confessou que foi ele e “Mangabeira” que tentaram fazer o roubo na residência.

Diante dos fatos, o suspeito foi detido e encaminhado para a Delegacia de Polícia para providências cabíveis.

As informações constam em registro no Boletim de Ocorrência (BO).

EM TEMPO

Apesar de ser chamado de Magabeira o outro acusado do roubo nada tem haver com o conhecido jogador de futebol profissional de Rondonópolis, Paulo César Mangabeira.

Leia também:  Mulher é presa com droga na vagina ao tentar entrar em presídio

O Mangabeira do União, filho de uma tradicional família da cidade e gerente comercial em uma empresa de máquinas e ferramentas.

Cabe também deixar claro que o Mangabeira que fugiu após o roubo não tem nenhum parentesco com Paulo César, apesar de ambos terem aparentemente o mesmo sobrenome.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.